Forças Armadas, Camarada Estela e… A Comissão da Verdade. De verdade!

Forças Armadas, Camarada Estela e… A Comissão da Verdade. De verdade!

dilma eseu fuzil 7.62 de eb_n

Camarada Estela = Dilma. A Guerrilheira e seu fuzil.

Olá, amigos!

Hoje, digo por que sou a favor da comissão da verdade.

Acredito que aquele que não for favorável à verdade, não merece, sequer, opinar sobre nada.

É óbvio que tenho minhas sugestões. Como por exemplo, torna-la mais abrangente.

Lembrando a imortal Clarice Lispector, quando escreveu: “Se for falar mal de mim me chama, sei coisas terríveis a meu respeito.” Baseado nisso, convocaria, para compor a comissão, alguns Generais das Forças Armadas e, por que não, outros oficiais também?

Afinal, a entidade mais respeitada e de maior credibilidade no País, com toda certeza, tem um grande interesse em detectar os desvios e abusos cometidos e, desta forma, tentar repará-los. Sabemos que não existe nada promovido pelo ser humano que não tenha erros e desvios.

E por falar em credibilidade, convocaria, também, a camarada Estela!

Para quem não sabe, este era apenas um dos codinomes utilizados pela atual presidente Dilma, no tempo em que ela ainda empunhava metralhadora e lutava para mudar o País.

Justifico esta sugestão de inclusão, pelo fato de não haver nenhuma tortura ou abusos, até que ela e suas organizações nada governamentais começassem a atuar.

Como sabemos, ela e seus companheiros de guerrilha armada, classificados como terroristas naquela época, explodiam aeroportos com carro bomba, assaltavam bancos, sequestravam e matavam diplomatas, sequestravam aviões, torturavam civis e matavam, é claro, sem querer, aqueles que estavam por perto durante as infindáveis ações armadas durante o ativismo. Um ativismo com o objetivo de implantar um novo regime no Brasil – O COMUNISMO – etapa final do socialismo.

Ela e seus companheiros poderiam debater o tema abertamente. Afinal, as Forças Armadas prejudicaram sua tão nobre tentativa de comunização do País! Pior ainda, numa total falta de criatividade, copiando os comunistas, as Forças Armadas começaram a pregar suas ideologias conservadoras, fazendo o povo acreditar em liberdade, república, democracia, livre iniciativa, direito de propriedade, família, moral, ética, bons costumes e tantos outros pontos polêmicos para os comunistas.

Os militares e os conservadores da época chegaram ao cúmulo de mostrar ao povo que o comunismo não deu certo em toda história da sua existência. Que os países que implantaram este revolucionário regime, acabaram empobrecendo, levando o povo a miséria, o país ao desabastecimento e isolamento total, perdendo competividade no mercado mundial e, em meio a tudo isso, acabaram por enfrentar uma ferrenha ditadura para conter a população.

Mostraram, também, que por tudo isso o muro de Berlim acabou caindo e o regime faliu, sendo rejeitado por toda a população dos países que sofreram esta experiência.

O que as Forças Armadas não souberam entender é que eles tinham revolucionado a revolução! Ou seja, não era aquele regime comunista que não tinha dado certo. Eles haviam feito algumas modificações e estavam prontos para implantar um outro! Mais aperfeiçoado!

Este novo era baseado na revolução cubana!

Tudo bem que lá acabou não dando certo também, mas, estes generais não foram democráticos!

Não permitiram a implantação e pronto. Ponto final!

Isso é liberdade?

Oras! Naquela época eles nem sabiam se ia dar certo ou não. Eles ainda não sabiam que Cuba cairia na miséria absoluta. Não sabiam que em Cuba não existiria mais emprego formal e que, o maior sonho do cubano seria fugir, nem que fosse a nado, enfrentando tubarões famintos, para fugir do inferno que acabou virando aquilo!

Os conservadores brasileiros não deram chance e, continuaram pregando e difundindo a democracia, com aquele papo de liberdade, república, livre mercado, escola pública oferecendo ensino infinitamente superior que as escolas particulares, segurança pública etc.

Eu lembro que para as escolas particulares só iam alunos expulsos das escolas públicas ou que eram repetentes e não conseguiam passar de ano. Lembro que se podia voltar a pé, de madrugada pra casa e, se encontrasse alguém na rua era até uma alegria, porque as pessoas se cumprimentavam e davam um sorriso.

O povo brasileiro, em 1964, saiu às ruas, clamando a intervenção das Forças Armadas com medo do regime comunista, porque naquela época a informação fluía livremente, embora não dispuséssemos de todo recurso de comunicação disponível hoje.

Resultado:

As Forças Armadas, por força da Constituição Federal, foram obrigadas a intervir, porque a Carta Magna reza que, o povo é soberano e manda mais que presidente em exercício. E assim tomaram o poder, para atender a exigência da população.

Aliás, você sabia que as mulheres, na verdade, é que tomaram a iniciativa de sair ás ruas?

Tinha que ser… Isso é coisa de mulher mesmo. E os homens foram neste embalo. Acabou que toda população embarcou nessa.

Voltando aos acontecimentos da época…

O libertador Fidel fez Cuba sucumbir na miséria. E o coitado se desesperou tanto que acabou fuzilando milhares de civis no paredão. Tudo por causa do Tio Sam que o desequilibrou. Até hoje o pobre Fidel continua transtornado e, pior, acabou passando o transtorno para o irmão Raul.

Olha só o que o Tio Sam é capaz de fazer com um país!

Depois da camarada Estela, digo, a presidente Dilma, lutar tanto, sacrificar tantas vidas inocentes pela causa revolucionária, ficou escondida por anos, sem poder aparecer e explicar exatamente o que queria e como seria. O transtorno foi tão humilhante que até hoje ela não disse por onde andou. Por sorte, entre todas as peripécias, ela havia coordenado o assalto ao cofre do Adhemar de Barros que rendeu 2,5 milhões de dólares – e o dólar na época valia muito, mas muito mais que hoje – além dos assaltos a bancos. Esta renda extra ajudou a camarada Estela, digo, Dilma, e seus companheiros, a se manterem por um bom tempo. Do contrário, os pobres coitados teriam morrido de fome ou passado por sérios apertos financeiros. Porque as Forças Armadas não ajudaram não! Foi tudo com o esforço dela e dos amigos que, previdentes, tinham juntado essa grana!

Olha! Foi tanta injustiça que nem gosto de lembrar.

Enfim, por isso sou favorável a essa comissão da verdade.

Tenho muito mais sugestões, é claro!

Mas, creio que só isso já justifica a minha afirmativa e, paro por aqui.

Ou precisaria falar mais para convencer de que estou certo?

Qualquer dúvida posso voltar depois para esclarecer, ok?

Até a próxima.
selo-celso-brasil

celso-rede-circulo

Este material foi ao ar na data e veículo de divulgação indicados no player e, caso você tenha sugestões de pauta, com fonte de origem, poderá informar através do formulário fale conosco, neste site.
Agradeço por prestigiar este trabalho. Críticas e sugestões serão sempre bem vindas.
Agradeço a divulgação deste trabalho em suas redes!

Anúncios

Uma resposta para “Forças Armadas, Camarada Estela e… A Comissão da Verdade. De verdade!

Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s