Uma Geração de Estudantes Estúpidos:

        Imagem 

         Vivemos em um período de popularização do ensino superior. Programas governamentais incentivam e facilitam a entrada do brasileiro médio nas Universidades. Daqui alguns anos, veremos os frutos desse ardoroso trabalho, quando todos terão empregos dignos, e não mais haverá trabalhadores subempregados, certo? Hmmm…

         Por trás do glamour da passagem acima, existe um detalhe que passa despercebido pelo brasileiro médio, que luta por um futuro melhor: os programas do governo nada mais são que um tapa-buracos feito para encobrir a péssima qualidade de nosso ensino público. Nossas escolas viraram antros de doutrinação do marxismo cultural, que conta com o apoio pseudointelectual das teorias construtivistas. Não se ensina mais uma criança a ler e a escrever, ou mesmo a praticar atividades de raciocínio lógico. Tudo agora gira em torno da formação ideológica. A estupidez atingiu um nível jamais visto na história da humanidade!

         Quando eu cursava a faculdade de Pedagogia, que abandonei quando faltava um ano para concluir (deu tempo de salvar alguns neurônios), via claramente essa perspectiva. Eu era o único homem da sala, e dava pena da maioria das garotas (havia algumas com um intelecto promissor), que não passavam de analfabetas cursando o ensino superior. Falar em alta cultura, música erudita, pintura renascentista, ou qualquer outra forma de arte superior com elas, era pura perda de tempo. Lembro-me quando convidei algumas delas para irem a um recital no qual eu tocaria algumas peças ao piano. Tudo corria bem até que um amigo meu, tenor que já cantou no Scala de Milão, subiu ao palco para, acompanhado de outra amiga pianista, cantar algumas famosas árias. As garotas imediatamente foram embora. No outro dia, quando fui saber o porquê da repentina saída, elas me disseram que foram embora para não rir dentro da sala, pois era muito engraçado o jeito que o rapaz cantava. É ou não é pura demonstração de estupidez?

         Em suma, vivemos em um período onde a democratização do ensino superior permitiu varrer para debaixo do tapete quaisquer traços de meritocracia ou de vasto conhecimento cultural. Soa politicamente incorreto dizer que as pessoas precisam primeiro aprender o Beabá para depois se aventurarem no ensino superior. Mas com o nível baixíssimo do que se ensina nas Universidades hoje, é até compreensível que se faça tal.

         

Anúncios

11 Respostas para “Uma Geração de Estudantes Estúpidos:

  1. Imagine quantos profissionais habilitados que estão trabalhando no nosso meio social oriundos de universidades que não ensinam! Escolas e universidades devem ser lugares de ensino e não debates em sala de aula, hoje professores não dão mais aula, não ensinam mais nada, dizem que o próprio aluno tem que aprender sozinho e o professor ser um mero corretor de provas e trabalhos, lamentável, o nível do ensino brasileiro está lá embaixo, veja quantos adolescentes sem nenhum tipo de “cabeça” matando e roubando, fazem tudo aquilo que vem na cabeça, não filtram mais nada, ao contrário, a escola alimenta todo tipo de bobagens, virou um “show dos horrores”.

    • Sem dúvida, preciso aperfeiçoar, pois todos precisamos, mas teus comentário acima não me mostram nada. Analise o texto com mais atenção e veja que há equívocos em tuas palavras.

      No mais, encerro desejando-lhe um ótimo final de semana. Bye bye…

  2. Em tempo, as frases com mais de três virgulas pedem um ponto seguido, pois a leitura se torna difícil. Existem frases sem verbo… além de outros erros crasos. Pelo o que posso entender, estão criticando justamente os erros que estão cometendo na postagem…

    • Com relação às frases, é mais uma questão estilística do que propriamente de “pedir um ponto”. Clareza não é obrigatoriedade. Frases sem verbo? nessa você viajou. Transcreva uma aqui, se possível. E aponte-me um erro crasso também, por obséquio.

Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s