Contra o Consenso

 

 

Para os gregos antigos, Júpiter é o único Deus verdadeiro, que se senta atrás do véu de Isis: Deus é a fonte de todas as coisas, e toda essas coisas manifestam Deus; desse modo, a consciência é um fenômeno ilusório do próprio Deus. O evolucionismo das espécies; não distinguindo entre homens e animais é totalmente oposto à distinção entre espírito e matéria; entre seres humanos e animais – tal é a doutrina dos ateus da modernidade agnóstica.
Passam de um sentido universal objetivo, para um sentido individual arbitrário e subjetivo.
A modernidade nega a verdade universal, racional ou revelada, necessária a todas as tradições: pelo agnosticismo nega-se o conhecimento humano da verdade universal, absoluta, regida pela verticalidade da Tradição Primordial. Aos subjetivistas universais, aos falsos – o pacto social da Revolução Francesa, a Democracia agnóstica é a base da Revolução Mundial, mutável com o arbítrio da maioria dos homens, ou da facção mais forte materialmente. As base são a negação da metafísica.

Mas, por isso mesmo, os agnósticos, como Kant, colocam uma “Razão teórica” agnóstica e sem Deus e depois uma “Razão Prática” sem os fundamentos verdadeiros da Lógica Racional, das verdades criadas por autoridade atemporal. Daí que vem na frente de tudo, o “consenso” entre os homens e uma Ética sem Deus, instituída no livre arbítrio da multidão, variável com as circunstâncias. Sob esse aspecto, ainda persistem, porém, as lacunas entre as diferentes correntes ideológicas, bem como a subversão da Moral – quem não perceber essa mudança de sentido dos termos, não percebe como, aparentando defender uma coisa, o Comunismo Internacional opera em opiniões ambíguas. A negação da Tradição: é o centro da subversão. Uma vez revelada, porém, os abusos da agenda coletivista marxista é expelida, mas sem eufemismos.

Anúncios

Uma resposta para “Contra o Consenso

  1. O comunismo é, nos tempos atuais, o maior braço aculturador e massificador de que podemos ter notícias, pois sob a desculpa de lutar pelo povo, luta por igualar o povo por baixo e nivelar ao rastejar cada coisa viva, a tal ponto que já não se distingua moral de imoral e que se afirme que moralidade e ética são tão somente valores pequeno burgueses a serem combatidos e esquecidos.

    Zeus vela-se no aparecer de seus filhos semi-deuses, dentro so quais temos Hercules, por exemplo, mas outros são os exemplos de divindade insuspeita, como é o caso do homem puro em si, gerado no caso grego, ligado aos atavismos dos que tem sangue grego ou seus descendentes, engendrado por Prometeus que criou algo com as qualidades potenciais de cada animal, mas cuja beleza encantou a Atena, que nele soprou sua essência divina, segundo a tradição helenística.

    Dito isto são os amantes de Sófia, os filósofos, os amantes da sabedoria, e portanto, amantes de Atena, deusa da guerra e da sabedoria, os que procuram pelo divino sopro de Atena dentro de si mesmos, a essência que o comunismo tanto quer negar.

    Desta forma, unidos, entendemos que o místico e o divino são as chaves contra a morte do si mesmo.

Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s